Blog

Como eu passei na Certificação AWS Developer — Versão 2018

Olá pessoal, a duas semanas atrás eu consegui passar no exame da certificação AWS Developer na versão de 2018, a mais recente. Muitos me perguntaram pessoalmente ou me mandaram mensagens no Linkedin me perguntando como foi o processo. Para ajudar o maior número de pessoas possíveis, vou descrever em passos qual foi o processo que eu segui, para alcançar a aprovação.

Primeiramente, vou dar o feedback da primeira vez que tentei o exame e falhei. Isso se deu em novembro de 2018, eu estudei usando cursos on-line na Udemy voltados para a versão antiga da certificação, mas que foram atualizados para a versão mais nova. Isso se mostrou um terrível equívoco da minha parte, esses cursos, apesar de atualizados, estão longe da realidade da versão mais recente do exame. Os itens, como por exemplo, CI (integração continua) e CD (entrega continua), lambda functions, CLI (interface de linha de comando) são muito pouco explorados e são justamente os itens que mais se repetem nas perguntas. Na certificação da versão antiga, esses itens não eram muito abordados nela, mas na nova versão é completamente diferente.

O novo exame, nas suas perguntas, tem em sua maioria, perguntas de cunho situacional, ou seja, é um problema sobre processos, ferramentas e arquitetura e você deve responder quais são os serviços da AWS que devem ser usados nesse contexto/situação. Nos simulados que fiz, baseados para a versão antiga que estão nesses cursos antigos que foram atualizados, estão totalmente fora da realidade que eu encontrei no exame real.

Se você decorar TUDO que é ensinado em cada serviço da AWS, ainda assim, você vai falhar no exame, pois nesse teste o item EXPERIÊNCIA também é importante. Quando eu digo experiência, eu não estou me referindo a somente a serviços da AWS, eu quero dizer sobre como resolver problemas em ambientes críticos, como resolver problemas usando arquitetura de software e infra, como resolver problemas usando processos, etc. Muitas perguntas no teste eu usei essa experiência!

Os passos que eu segui que foram bem-sucedidos no meu processo de aprovação foram:


· Fazer o curso on-line “Ultimate AWS Certified Developer Associate 2019 — NEW! do professor Stephane Maarek” que está na plataforma Udemy. Este curso não é atualizado da versão antiga para a nova, este curso foi feito do zero para esta nova versão, isso é fundamental, pois os testes são completamente diferentes.

· Eu executei todos os itens das aulas práticas na minha conta na AWS, isso vai custar algum dinheiro, mas a minha recomendação é que você faça, apenas olhar o professor fazer uma aula que não tem como fazer como free-tier, pode te custar algumas questões no exame. Você precisa “sentir” o que acontece quando é você mesmo que está executando.

· Fui muito curioso olhando demais opções disponíveis quando você está usando o CLI, para isso eu usava a tag “help” na linha de comando, para conhecer mais sobre os parâmetros possíveis para aquele comando.

· Li apenas a FAQ para o serviço AWS Lambda Functions, mas recomendo isso para os demais serviços, por exemplo: ECS e os serviços AWS para CI e CD. A vantagem da FAQ é que você vai aprender usando a lógica de perguntas e respostas, e muitas dessas perguntas são baseadas em problemas reais, que são justamente o que ocorre no teste.

· Na última semana, anteriormente ao exame, eu fiz um simulado por dia da Whizlabs “https://www.whizlabs.com/learn/course/aws-cda-practice-tests”, não espere encontrar perguntas iguais ou parecidas nesses exames práticos, mas posso te garantir que foram os simulados que realmente usam a mesma lógica de perguntas e respostas que eu encontrei nos meus testes, tanto na primeira vez que falhei como na segunda que passei.

· Nos últimos dois dias anteriores a prova, eu revi todas as aulas práticas do curso, todo o PDF que é disponibilizado pelo professor do curso e fazer mais uma vez os simulados da Whizlabs, isso me custou 15 horas de cada dia desses dois últimos dias, mas foi muito importante para não deixar nenhuma dúvida.


Após ter falhado na primeira vez, eu fiquei em standby até dezembro último. Mais ou menos dia 05/01 eu comecei a estudar novamente e dia 13/02 eu já tinha o meu score final em mãos. Eu estudei em média duas horas por dia, todos os dias sem falhar até o dia da prova, mas na última semana a carga horária aumentou consideravelmente por causa dos simulados e revisões gerais. Essa quantidade de horas de estudo e o fato de ser todos os dias, inclusive fins de semana, foram fatores chaves no processo de aprovação. Particularmente eu prefiro estudar assim, e sempre tive bons resultados usando essa estratégia.

Um fato importante que devo adicionar ao processo de certificação, é que eu tinha uma experiência considerável em alguns serviços da AWS, e esse conhecimento se mostrou muito útil ao responder muitas perguntas no teste. Os conhecimentos em Lambda Functions usando Python/Node.js, Cognito, API Gateway, ECS, Docker e CloudFormation me ajudaram muito. Por isso, que quem tem alguma experiência como desenvolvedor nos serviços da AWS, há de ter facilidade em responder as perguntas que estão dentro do escopo do conhecimento que você já tem.

E para finalizar esse artigo, deixo um concelho para aprenderem bastante sobre SAM (Serverless Application Model), CloudFormation, Segurança, ECS, CLI e CI/CD. Muitas perguntas serão ou usarão esses serviços da AWS na composição das perguntas ou/e das respostas.


Em tudo em que eu me comprometo a iniciar, primeiramente eu peço as bênçãos de Deus, eu tenho certeza absoluta que nos dias em que o cansaço se abate sobre mim é Ele que me empurra e dá o incentivo que eu preciso para manter o foco e a persistência. Se funciona comigo vai funcionar para você. Lembre-se disso!


Cleison Melo

Instrutor Estía Training.

[email protected]
administrator
Senior Software Engineer with over 12 years of experience implementing large back-end software in Java. Including various projects as lead and manager; Lead and build the most important open source IT Service Management software in Latin America, CITSmart, certified in 13 ITIL processes that increased the company's revenue by over 30%. Redesign and build important legacy software such as (Occupational Medicine) that manages over 100,000 lives. I have published six on-line courses that are available on the Udemy platform with over 150,000 students. Awarded the prestigious 1st place, awarded to the top innovative projects.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.